Dourados, MS - 19 de Outubro de 2017

08/10/2017 13h46

Prefeita Délia visita área onde será implantado primeiro loteamento urbanizado de Dourados

Loteamento denominado Cidadania será utilizado pela Agehab para atendimento às famílias em alto grau de vulnerabilidade

Foto: Divulgaçao/Agehab

A prefeita Délia Razuk visitou na manhã desta sexta-feira (6) a área onde será instituído o primeiro programa Lote Urbanizado, projeto que vai buscar solução para parte dos problemas das invasões com atendimento às famílias em alto grau de vulnerabilidade em Dourados. A área está localizada na região das sitiocas, próximo à Embrapa, e os residenciais serão denominados Cidadania.

 


Juntamente com o diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação e Interesse Social (Agehab), Sergio Henrique Pereira Martins de Araújo, a prefeita vistoriou a área destinada ao projeto e destacou o compromisso de buscar soluções e levar dignidade às famílias. “Esta é a primeira entre outras ações que pretendemos implantar para sanar este problema de habitação em nossa cidade”, disse a prefeita.

 

A prefeita Délia Razuk ressaltou a preocupação em implantar projetos sociais de habitação o quanto antes. Além disso, deixou claro que já faz parte desta implantação as tratativas para aparelhar o residencial com toda a estrutura que lhe é pertinente.

 

Segundo Sergio Henrique, através de controle rigoroso realizado pela Agehab e com o acompanhamento socioeconômico, 197 famílias serão contempladas com o programa de lote urbanizado, idealizado pela Secretaria de Estado de Habitação (Sehab) e implantado pela primeira vez em Dourados.

 

O projeto consiste na instalação de loteamento social em parceria com a Sehab, que será responsável pela construção da base, sendo fundação contrapiso, primeira fiada, fossa e sumidouro, com área de 42,5 metros quadrados. Ao município cabe ceder o lote regularizado com infraestrutura básica, um responsável técnico e o mestre de obras.

 

Ficando a cargo da família contemplada, com o devido acompanhamento da Agehab, a construção das paredes, instalação de portas e acabamento. O auxílio da Agehab será na viabilização de mutirões para ajudar os contemplados, segundo Sérgio Henrique.

 

Além disso, quando estiverem concluídos os imóveis, a Prefeitura de Dourados procederá com a escrituração das moradias, sem ônus para os moradores do loteamento. “É importante ressaltar que o projeto é instituído em conjunto e as pessoas recebem o lote, ajuda para construir e, no final, a escritura”, explicou a prefeita.

 

Com estas ações, a Prefeitura mantém o compromisso com as pessoas e fomenta o resgate da cidadania. Inclusive, Cidadania I, II, III e IV serão os nomes do loteamento nesta primeira etapa que beneficiará quase 200 famílias. “Estamos vivendo momentos difíceis, mas é inegável que a prefeita tem buscado inúmeras maneiras de solucionar os problemas. Esta é mais uma mostra de que o compromisso está mantido e vamos conquistar muito mais avanços em breve”, disse Sérgio Henrique.

 

Uma área próxima ao local onde será implantado o loteamento urbanizado já está em processo de desafetação para atender as próximas etapas do loteamento Cidadania. 








Leia mais notícias de Cidade

0 Comentários

publicidade