Dourados, MS - 22 de Agosto de 2017

14/07/2017 14h35 - Atualizado em 14/07/2017 14h35

Jornal: Guangzhou rompe negociações e pensa em processar Barcelona por assédio a Paulinho

ESPN

© Getty Paulinho em ação pelo Guanghzou Evergrande

O Guangzhou se irritou de vez com o Barcelona por conta da negociação com Paulinho. Pelo menos é o que garante o jornal espanhol As. Fontes próximas aos chineses garantem que as negociações estão “rompidas unilateralmente” e que o clube está “extremamente irritado com a ética do Barça”, que “está há semanas assediando um jogador que está sob contrato”.

 

 

Por tudo isso, o Guangzhou pensa em entrar com um processo contra os espanhóis.

 

Em janeiro, Paulinho renovou contrato com o clube chinês até 2020 e uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros. Como o Guangzhou faz jogo duro, o Barça só conseguiria contratar o jogador se conseguisse chegar a esse valor – o que tiraria a decisão da venda ou não da mão dos chineses.

 

Nesta sexta-feira chegou a se especular que Paulinho teria abandonado o treino do Guangzhou. O clube, porém, garante que não.

 

“Não houve discussão nenhuma. Paulinho não terminou o treino com a equipe titular porque ele e outros jogadores foram substituídos por reservas, em uma dinâmica normal de um treinamento, com o treinador testando opções e simulando cenários de uma partida”, disse uma fonte ligada ao clube ao Às. 








Leia mais notícias de Esportes

0 Comentários

publicidade